terça-feira, 25 de agosto de 2015

Green Arrow - Triple Threat


CONTÉM SPOILERS MENORES

Jesus... Nem sei por onde ei-de começar. Sim, é tão mau como as reviews dizem. Tudo, mas mesmo TUDO neste livro é mau. Comparado com isto, o primeiro volume, The Midas Touch é uma obra de arte. Tive de pesquisar para confirmar se estas histórias eram da mesma Ann Nocenti que escreveu para o Daredevil (Demolidor). Não sei o que lhe aconteceu para descer para este nível. Todo o livro parece escrito por um amador. Não me quero armar, mas penso que consigo em poucas horas aparecer com um script para algo melhor que estas histórias.


Irmãs gémeas triplas, um homem-urso polar, pseudo-andróides suicidas... Ideias que eu apenas consigo descrever como estúpidas, com histórias que não fazem o mínimo sentido, aliadas a uma narrativa da treta, a diálogos de chacha e a estereótipos que roçam o racismo. A sensação que tive ao ler estas issues foi de que esta senhora nunca pegou num comic do Green Arrow. Aliás, simplesmente em nenhum comic.

Os desenhos não ajudam. Nunca tinha ouvido falar deste Tolibao, nem fiquei com vontade nenhuma de voltar a ver trabalhos dele.

Metade do livro passei a revirar os olhos. A outra metade a tentar percebe o que raio ia na cabeça da autora enquanto escrevia aquela... aquela... trampa

Já referi que o livro contém um ménage com o Oliver Queen e as gémeas triplas? É verdade, e mesmo assim esta dupla conseguiu tornar um ménage numa idiotice. Que perda de tempo. Um dos piores volumes dos New 52 (e da DC em geral).

Estupidez de volume.


Podem ajudar-me e comprar o livro neste link, ou então podem fazer algo mais útil com o vosso tempo e dinheiro, como comprar novelos de lã e aprender a fazer tricô, ou mesmo adquirir o filme Jack and Jill, do Adam Sandler, que comparado a este volume, deve de ser um poço de cultura.


Só há duas coisas piores que este livro: 1ª - Ser queimado vivo, 2ª - Ser queimado vivo enquanto se está a ler isto.

Por favor, elas que te matem.


Green Arrow: Triple Threat
Ann Nocenti, Harvey Tolibao
Nota: 1.5/10




Sem comentários:

Enviar um comentário